A+ a- Texto

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Deficiência intelectual

Deficiência intelectual, atraso congnitivo ou atraso mental, todos esses termos são usados quando uma pessoa apresenta certas limitações no seu funcionamento menta e no desempenho de tarefas como comunicação, cuidado pessoal e relacionamento social. Essas limitações provocam uma maior lentidão no aprendizado e no desenvolvimento dessas pessoas.


Por exemplo, crianças com esse quadro necessitam de mais tempo para aprender a falar, caminhar, comer, vestir-se, ou seja coisas que estejam ligadas com sua autonomia. Isso não quer dizer que não vão aprender, e sim que irão aprender dentro de um tempo maior que o esperado normalmente.

As causas para isso acontecer geralmente são por condições genéticas, problemas durante a gravidez, problemas ao nascer, problemas de saúde (Algumas doenças, como o sarampo ou a meningite podem estar na origem de uma deficiência mental, sobretudo se não forem tomados todos os cuidados de saúde necessários. A mal nutrição extrema ou a exposição a venenos como o mercúrio ou o chumbo podem também originar problemas graves para o desenvolvimento mental das crianças). Nenhuma dessas causas produz por si só a deficiência intelectual, são considerados fatores de riscos que podem ocasionar tal quadro clínico.


Portanto, não subestime a pessoa com deficiência  intelectual. Dê-lhe atenção. Cumprimente-a normalmente.
Ajude somente quando houver necessidade ou quando for solicitado. As pessoas com deficiência  intelectual  levam mais  tempo para aprender e compreender determinadas tarefas. Procure dar instruções objetivas e claras, tenha paciência e explique quantas vezes forem necessárias para que ela possa entender o que está  sendo pedido. Não confunda deficiência intelectual com doença mental. A pessoa com deficiência  intelectual  compreende normalmente a sua realidade, ela tem uma deficiência, não uma doença.

Fonte: Inclusão social
            Dicas de Relacionamento com pessoas com deficiência